Ação esclarece dúvidas sobre o Micro Empreendedor Individual

Além de palestras, foram feitos atendimentos individualizados para as pessoas que tinham dúvida sobre o que é o cadastro e como fazê-lo

Rose Albuquerque

O Mercado das Mangueiras, em Prazeres, foi palco, na quarta-feira (14/10), de uma ação voltada mulheres empreendedoras. Em parceria com o Sebrae, a Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes ofereceu um espaço para palestras e consultorias voltadas para Micro Empreendedor Individual (MEI). Com o tema “A formalização ao alcance de quem trabalha por conta própria”, as palestras foram voltadas tanto para quem já tem como para quem tem dúvidas para regularizar o próprio negócio.
“É uma política de inclusão social. Quem estava na informalidade e sem crédito passa a ter espaço. Logo, sendo um MEI, é possível ter a abertura do CNPJ – Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica, que garante acesso a compras em empresas que só negociam com quem tem esse cadastro; o valor do imposto cai, já que é pago um valor fixo por mês; tem seguridade social; e é isento do Imposto de Renda (IR)”, elencou as vantagens a consultora do Sebrae, Ilma Américo.
A consultora ainda contou que mesmo com o nome negativado no SPC ou Serasa pode se cadastrar. Além disso, os impostos são pagos diretamente ao Estado e Municípios. “Mas lembrando que o MEI é para empreendedores que ganham até R$ 60 mil por ano”, destacou Ilma. Hoje, em todo o país, são mais de cinco milhões de pessoas formalizadas. Em Pernambuco, esse número já passa de 175 mil.
Quanto às mulheres, Ilma garantiu que é o público mais atento às informações e que é mais inovador. “Percebemos em nossas palestras que esse público é predominante. As mulheres são mais organizadas, que se informam mais e que procuram inovar mais seus serviços”, afirmou. Durante as palestras, o consultor empresarial do Sebrae, André Felipe Morais, tirou as dúvidas das pessoas individualmente.
A ação, que foi organizada pela Secretaria Executiva da Mulher de Jaboatão dos Guararapes, através do Banco da Mulher de Jaboatão. A coordenadora da instituição financeira, Grace Lira, aproveitou para destacar os avanços na área no município. “Criado há dois anos, o Banco já realizou 478 créditos. Além disso, foram criados três núcleos de feiras solidárias no município: Candeias, Curados e Jaboatão Centro. Tudo isso tem contribuído para fortalecer essa política de empoderamento econômico da mulher jaboatanense”, frisou. O Banco da Mulher de Jaboatão dos Guararapes é subsidiado pelo Banco do Nordeste do Brasil (BNB).