Escola Municipal Marechal Castelo Branco ganha ampliação

Leia Offline

A nova estrutura tem capacidade para mais 200 novas matrículas e vai beneficiar o bairro de Vila Rica

Por Bruna Borges

Tarde de alegria para estudantes da Escola Marechal Castelo Branco, em Vila Rica, e seus familiares. Após pouco mais de 1 ano a unidade de ensino foi entregue completamente reforma e ampliada na tarde desta terça-feira (27/10). A nova estrutura conta com dois pavimentos com mais salas de aulas, laboratório de informática, biblioteca ampla e arejada, sala dos professores e área de recreação para oferecer melhor infraestrutura aos mais de 450 estudantes e 57 funcionários. Outro grande destaque é a acessibilidade, as portas têm informativos em braile e piso tátil pata deficientes visuais. Além de novas instalações elétrica e hidráulica, pátio coberto e área de serviço.

O secretário Executivo de Educação, Francisco Amorim, destacou algumas ações do governo que beneficiam os estudantes da unidade de ensino. “A obra demorou um pouco, mas valeu o esforço, pois ficou melhor do que era previsto. Alguns estudantes desta escola participam do programa Aprova Jaboatão e estão se preparando para concorrerem a uma vaga nas escolas técnicas. Estamos investindo não apenas na infraestrutura, mas na qualidade do ensino também”, afirmou.

O prefeito Elias Gomes entregou a escola à comunidade e destacou os avanços do município. “É importante lembrar que quando assumimos a gestão a educação estava em 10º lugar e depois passou para o primeiro lugar da Região Metropolitana do Recife. Antes estávamos perdendo o jogo, as crianças não aprendiam e muitas desistiam de estudar. Este time deixou de ser perdedor e passou a ser campeão. Vamos trazer o IFPE para o centro de Jaboatão, ele está funcionando em Piedade, mas vai vir para este lado. Reabrimos a Escola Técnica Estadual, lutamos por isso. Buscamos um futuro melhor para estes jovens, com salários mais dignos e que possam dar o melhor para as suas famílias. No próximo ano já teremos entregado 53 novas escolas”, enfatizou.

A gestora da Escola, Patrícia Augusta da Silva, destacou que é gratificante ver a nova estrutura. “Esta escola representa a ânsia da comunidade que sempre desejou a melhoria da estrutura. Agora temos um ambiente prazeroso para a disseminação do saber”, pontuou.

Para a mãe Maria Aparecida Silva a escola tem um atendimento diferenciado. “a escola é muito importante para a comunidade, principalmente pela educação inclusiva. Aqui também tem uma estudante que escreve livros, o ensino é bom”, declarou.

“Estudo aqui há seis anos. Hoje posso dizer que estudo em uma escola de qualidade. Todos os funcionários também são muito bons. Agora temos um grêmio estudantil que vai poder colaborar ainda mais na escola”, afirmou o estudante Artur Francisco.

Na ocasião os estudantes fizeram apresentação de dança e de capoeira do Programa Mais Educação, além da Banda Marcial. Puderam contar também com a colaboração dos estudantes das Escolas José Carlos Ribeiro e João Bosco de Sena.