Recapeamento da Avenida Dom Carlos Coelho em ritmo acelerado

Na última terça-feira (29), prefeito Elias Gomes assinou ordem de serviço da obra em Jaboatão Centro

Felipe Pinheiro

A Avenida Dom Carlos Coelho, em Vila Rica, já começa a ganhar uma cara nova. O serviço de recapeamento da via, que fica em Jaboatão Centro, iniciou na última quarta-feira (30). No dia anterior, o prefeito Elias Gomes foi até o local para assinar a ordem de serviço que autorizava o recapeamento de 1,8 km do trecho, entre a empresa Locar e a Unidade Básica de Saúde do Lote 92. Somados ao trecho que também receberá o serviço na Avenida Dois, aproximadamente 2 km de via serão recapeados no bairro.

Com prazo de 10 dias, o serviço está acontecendo em ritmo acelerado. Uma faixa da via já recebeu o material asfáltico em quase toda sua extensão. São 1,8 mil metros de comprimento e 7 de largura. A Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes está investindo cerca de R$ 412 mil na obra. O recapeamento da Avenida Dom Carlos Coelho é a segunda etapa do serviço que aconteceu no último ano, na Avenida Barão de Moreno. 800 metros da via, que é ligada ao novo trecho da obra, também foram recapeados. A obra integra o conjunto de ações da Operação Verão 2015.

A Operação Verão tem realizado diversos serviços por toda a cidade. Mais de 500 profissionais trabalham na execução de obras de pavimentação, drenagem, recapeamento de vias, limpeza de canais e galerias, contenção de muros-de-arrimo e encostas, ações nas praias e nas áreas de lazer de Jaboatão. Além destes, a Prefeitura intensificou também os serviços de capinação, roço, pintura de meio-fio, varrição, catação, remoção de entulhos, recolhimento de inservíveis, Operação Tapa-Buraco, iluminação pública e outras ações. Somente em Jaboatão Centro, mais de 250 demandas de iluminação pública registradas pela Central de Atendimento ao Cidadão foram solucionadas. O investimento é de R$ 21 milhões.

Na terça-feira (29), os moradores agradeceram a realização do serviço nas vias em Vila Rica, que dão acesso a instituições religiosas, supermercados, escolas e creches, unidades de saúde, academias, ao centro e a outros pontos de Jaboatão Centro, como a Colônia dos Padres Salesianos. O serviço foi uma reivindicação da comunidade. “Temos uma gestão que escuta e atende as reivindicações da população”, disse o aposentado Albertino da Silva, 67 anos.