poder executivo

Ação sobre saúde vocal desenvolvida em Jaboatão é premiada

Experiência, realizada em conjunto com a Liga de Atenção à Saúde Vocal da Região Metropolitana, foi destaque em Congresso Brasileiro de Fonoaudiologia

Bruna Borges

Pela terceira vez consecutiva (2013/2014/2015), uma ação da Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes, desenvolvida em conjunto com a Liga de Atenção à Saúde Vocal da Região Metropolitana do Recife, é reconhecida nacionalmente. A campanha Seja Amigo da Sua Voz 2015, coordenada pelas fonoaudiólogas Ubirajane Oliveira, da Coordenação e Assistência à Saúde dos Profissionais da Educação (Caspe) de Jaboatão, e Carol Paes, do Hospital dos Servidores do Estado (HSE), foi premiada no XXIII Congresso Brasileiro de Fonoaudiologia, encerrado na última sexta-feira (16/10), em Salvador, conquistando o primeiro lugar. O mesmo reconhecimento ocorreu nos dois congressos anteriores.

A Liga de Atenção à Saúde Vocal, integrada por Jaboatão, Recife, Olinda e Paulista, surgiu com objetivo de desenvolver atividades em parceria. “Todos os anos, realizamos ações de mobilização em nossas cidades, com o mesmo objetivo, mas cada uma com sua estratégias. Depois, fazemos um balanço. Juntas, temos mais força. Este ano, concorremos com São Paulo e Curitiba e ficamos em primeiro lugar no Congresso Brasileiro”, pontuou Ubirajane Oliveira.

Em Jaboatão, a experiência é desenvolvida sempre em comemoração ao Dia Mundial da Voz (16 de abril), envolvendo as secretarias Executivas de Educação e Saúde. O foco principal é mobilizar a sociedade sobre a importância da promoção e prevenção da saúde vocal. Profissionais vão às ruas e às escolas com materiais gráficos, falas de conscientização, atividades diversas e distribuição de brindes. Este ano, 3 mil profissionais da Educação e 1.250 alunos foram beneficiados.

“Temos uma atenção especial com a saúde dos nossos educadores. Este ano, entregamos mais de dois mil microfones amplificadores para os professores da rede de ensino, pensando em contribuir para saúde vocal dos profissionais. As salas de aula muitas vezes têm muito barulho e com essa ferramenta eles forçam menos a voz”, ressaltou o secretário executivo de Educação, Francisco Amorim.

A Caspe Jaboatão também realiza triagens e tratamentos de aproximadamente 300 profissionais por mês. Além do atendimento na área de fonoaudiologia, também é feito atendimento com psicólogas. Os atendimentos acontecem de segunda a sexta, das 8h às 17h. O endereço: Rua José Nunes da Cunha – nº 4479, em Candeias (por trás da Livraria MEC de Candeias). Fone: 3469-3813