poder executivo

Jaboatão amplia guerra ao Aedes aegypti; Imóveis fechados poderão ser visitados

Prefeito Elias Gomes reuniu todo a equipe, neste sábado (07/12), para reforçar enfrentamento. Projeto que permite à Prefeitura entrar em imóveis fechados já foi aprovado

Por Ciro Carlos Rocha

A Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes poderá, já a partir da próxima semana, ter acesso a imóveis do município que estejam fechados e/ou abandonados ou aos que os proprietários não autorizem este acesso. A entrada forçada dos agentes sanitários, quando houver recusa, é importante para as ações de combate ao Aedes aegypit, mosquito transmissor das doenças dengue, chikungunya e zica, e motivou um projeto de lei enviado pelo prefeito Elias Gomes à Câmara de Vereadores. O projeto foi aprovado pelo Legislativo e a lei será sancionada na próxima semana.

A fiscalização nos imóveis do município, com o objetivo de erradicar possíveis focos do Aedes aegypit, foi um dos pontos de uma reunião que durou toda a manhã deste sábado (05/11), no Palácio da Batalha, sede da Prefeitura de Jaboatão, em Prazeres. Disposto a ampliar o enfrentamento ao mosquito, o prefeito reuniu todo o secretariado e outros gestores municipais para discutir as ações já em andamento e novas formas de encarar o problema, inclusive com a mobilização da população, o que é considerado fundamental.

Já na segunda (07/11), a Prefeitura lança o Comitê Intersetorial de Mobilização, Combate, Prevenção e Controle ao Aedes aegypit, que ficará à frente das ações (interligadas entre várias secretarias) e mobilizará a participação da sociedade civil organizada e da população de uma forma geral, por meio das escolas, instituições religiosas, associações, cooperativas, empresas etc. O apoio do Exército será solicitado. “Estamos numa guerra e é preciso atacar este problema de forma organizada e com a participação de todos. Não é uma questão só de governo”, afirmou Elias Gomes.

Sob a coordenação da secretária de Governo, Karla Menezes, o Comitê Intersetorial ficará à frente da mobilização para convocação da população, inclusive com o envolvimento de voluntários, e do Plano de Mobilização e Combate ao Aedes aegypit, que também foi discutido neste sábado e será apresentado na segunda-feira, após a formalização do Comitê Intersetorial. O plano ampliará todas as ações já em andamento e lançará novas, envolvendo todos o governo municipal.